Busca rápidaX

Acusado de autoria de triplo homicídio em Porto Xavier fica em silêncio no interrogatório

15 de junho de 2022
Arma usada pelo autor da morte de mulher, idoso e adolescente em Porto Xavier (Foto: PC/Divulgação)

Depois de ter sido preso no início da manhã desta quarta-feira, 15, Ezequiel da Rosa, de 36 anos, acusado de ser o autor do triplo homicídio em Porto Xavier, no domingo, 12, foi interrogado pela Polícia Civil, por meio do Delegado Anderson Pettenon, responsável pela DP do município.

Rosa era considerado foragido desde a segunda-feira, 13, quando o Poder Judiciário acolheu a representação da PC pela sua prisão.

Ele foi preso pela Brigada Militar, após negociações com familiares, em uma residência de difícil acesso no interior de Porto Xavier.

No interrogatório, o acusado permaneceu em silêncio acerca dos fatos. Porém, conforme a Polícia Civil, as evidências demonstram que o crime foi passional.

O inquérito policial será encaminhado à Justiça no prazo legal de 10 dias. A PC, porém, aguarda os resultados de perícias, com o objetivo de concluir as investigações.

Caso seja condenado pelo tribunal do júri, as penas podem ultrapassar os 100 anos de detenção, sendo o tempo mínimo de 40 anos de execução em regime fechado, de acordo com o código penal.

Antes de ter sido preso, a Polícia já havia solicitado a inclusão do seu nome na relação de procurados pela Interpol, a fim de facilitar a prisão do indivíduo em terras argentinas, caso ele tentasse fugir para o país vizinho, em razão da proximidade da cidade com a fronteira. Depois de ter sido interrogado, o homem foi encaminhado para o sistema prisional.

Fonte: Rádio Progresso de Ijuí
error: Conteúdo protegido!