Busca rápidaX

MANCHETES

Cavalos soltos causam transtornos na ERS 155, próximo à usina velha do DEMEI

5 de julho de 2022

O risco de acidentes envolvendo cavalos soltos na ERS 155, é cada vez maior. Pelo menos duas ocorrências já foram registradas nos últimos dois meses, uma entre um carro e um cavalo, que resultou em danos de grande monta no carro e a morte do equino e outra entre duas motocicletas, que tentaram desviar os animais, que estavam no meio da pista e acabaram colidindo. No último caso, os motociclistas tiveram ferimentos. 

Mesmo com o registro de acidentes recentes, cavalos são frequentemente vistos transitando normalmente pela rodovia, inclusive em cima da pista de rodagem. Os proprietários ainda não foram identificados. Em alguns casos, motoristas relatam presença de até cinco animais dividindo o espaço com carros, motos, caminhões e demais transportes.

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra um dos animais, que quase é atropelado por um transporte escolar. A reportagem da Rádio Progresso entrou em contato com o Secretário de Meio Ambiente, Yuri Pilissão, que reiterou a responsabilidade é do município dentro do perímetro urbano, já na ERS, a fiscalização é de competência do estado. 

“Essa situação envolvendo os cavalos no que cabe ao município quem disciplina a presença de cavalos no perímetro urbano é o código de postura municipal. No perímetro urbano é vedado a criação de cavalo em perímetro urbano. A situação especifica na rs 155 a principio ocorre a responsabilidade solidaria do estado pq ocorre em rodovia estadual, e geralmente é acionado a policia rodoviária estadual para que se elimine o risco e identifique o responsável pelo animal e faça a geração de um termo circunstanciado, também temos a PATRAM em cruz alta que pode ser acionada para auxiliar nessas situações”.

Fonte: Rádio Progresso de Ijuí
error: Conteúdo protegido!