Busca rápidaX

Defesa Civl atualiza dados sobre prejuízos do temporal na região

3 de outubro de 2017
Município de Capão do Cipó foi um dos locais mais atingidos (foto)

A Defesa Civil do Rio Grande do Sul atualizou, nesta manhã, dados sobre os estragos causados pelo temporal de domingo. Em Júlio de Castilhos houve prejuízos em 308 residências; Cruz Alta, 300 casas, além de 23 escolas destelhadas; Salto do Jacuí, 240 residências, sete postos de saúde e oito escolas danificadas; Capão do Cipó, 200 casas; e em Panambi, 115 residências destelhadas, além de três prédios comerciais, três prédios de ensino, uma igreja e prédio de uma ONG.

Em Tupanciretã o temporal destelhou 100 casas, Tenente Portela, 42; Santo Angelo, 40; Caiçara, 32; Barra do Guarita, 12 residências destelhadas e uma destruída por queda de árvore. No município de Crissiumal, houve 10 destelhamentos de casas e em seis galpões; Ametista do Sul seis residências atingidas; Mato Queimado, três casas; outras três em Alegria; duas em Campina das Missões; também duas em São Pedro do Butiá; e em Santa Rosa uma escola destelhada.

 

 
error: Conteúdo protegido!