Busca rápidaX

MANCHETES

Ijuí pode receber um dos Centros Municipais de Referência da Mulher

27 de maio de 2022

O projeto Rede de Proteção da Mulher, criado pela Secretaria de Estado da Igualdade, Cidadania, Direitos Humanos e Assistência Social, através do Departamento de Políticas para as Mulheres, trabalha na implementação de qualificação e implantação de Centros Municipais de Referência da Mulher. Representado pela Diretora Bianca Feijó, o projeto atua por meio da compra de materiais ou capacitação técnica dos profissionais.

“Dos quase 500 municípios no estado, existem apenas 25 centros de referência já fortalecidos, a ideia é que a gente abra mais 54, estamos tentando fechar esses números. Lembrando que esses centros são espaços para atendimento psicológico, jurídico, de assistência social, e todas as questões que envolvem a mulher”, destacou Bianca em entrevista à RPI.

Atualmente, os recursos somam um valor total de R$ 4,2 milhões, e fazem parte do Programa Avançar. Através de convênio, o DPM está repassando para as políticas de proteção da mulher, recursos financeiros no valor de R$ 65 mil para municípios investirem na estruturação do serviço.

Para a efetivação dos convênios, os municípios deverão realizar uma contrapartida que varia entre 20% e 30% do valor que será destinado pelo Estado. Todo o processo de conveniamento até a prestação de contas é coordenado pelo Departamento de Políticas para as Mulheres da SICDHAS.

O último chamamento feito no dia 9 de maio teve a adesão de 25 municípios: 
Alegria, Arroio dos Ratos, Arroio Grande, Barra do Ribeiro, Centenário, Charqueadas, Cidreira, Cristal do Sul, Farroupilha, Ijuí, Imbé, Morro Redondo, Nova Araçá, Pinheiro Machado, Portão, Quaraí, Rio Grande, Rio Pardo, Sananduva, Santiago, São Francisco de Paula, Sertão, Arroio do Meio, Canguçu, Sagrada Família. Com isso, 51 municípios já foram contemplados, desde o início do programa.

Ouça a entrevista na íntegra:

 

Fonte: Rádio Progresso de Ijuí
error: Conteúdo protegido!