Busca rápidaX

Jair Galvão, no comando do Tupi de Crissiumal, fala à RPI sobre a equipe

14 de junho de 2022
Foto: Clécio Ruver/Guia Crissiumal

A missão era difícil, porém o técnico Jair Galvão aceitou o desafio de comandar o Tupi de Crissiumal na reta final da fase classificatória da Divisão de Acesso. A equipe estava na zona do rebaixamento para a Terceirona e restavam três jogos, sendo dois fora de casa e apenas um em seus domínios.

No primeiro embate, contra o Cruzeiro, fora de casa, os comandos por Galvão conquistaram empate sem gols. No jogo seguinte, diante do Veranópolis, uma das melhores campanhas do certame, o Tupi fez o dever de casa e venceu por 1 a 0 e deixou a zona do rebaixamento.

No embate final, a equipe de Crissiumal saiu para enfrentar o Gaúcho, em Passo Fundo e precisava de um resultado igual o do Cruzeiro contra o Glória. E deu certo. O Tupi foi superado pelo Gaúcho e o Cruzeiro perdeu para o time de Vacaria, o que garantiu a manutenção da equipe de Crissiumal na competição em 2023.

O técnico Jair Galvão, durante entrevista para a reportagem da Rádio Progresso de Ijuí, falou sobre o desafio. “Dizer que foi bem difícil, era um a situação bem complicada, tínhamos três jogos, Cruzeiro fora de casa, Veranópolis brigando por classificação e o Gaúcho de Passo Fundo também brigando por vaga, conversamos muito, uma por que a gente gosta, mas temos uma pequena história que é bonita dentro do contexto, temos três acessos e chegar a ficar marcado por um descenso marca negativamente a nossa carreira, mas graças a Deus aconteceu da melhor forma e afirmo que Deus gosta muito de mim”.

O comandante também destacou a conversa que teve com os atletas. “São vários fatores, temos que nos valorizar, o Tupi estava numa situação difícil, cheguei e perguntei aos atletas se tínhamos condições de dar a volta por cima e eles me falaram que estava faltando um treinador, então pensei que poderia tirar muita coisa do grupo, por que acho que tenho este perfil e afirmei que se eles não tinham condições de evitar, eu voltaria para casa, mas eles me falaram que queriam sair da situação e assumi com a certeza que não ficaria marcado pelo descenso e pela remuneração em cima disso que é algo que também corremos atrás”.

Por fim, respondeu sobre o futuro, críticas e elogios. “Você me conhece bem, você sabe, tem pessoas que não aceitam, que criticam a forma do Jair lidar, vejo o que é postado nas redes sociais sobre o Jair Galvão, vejo poucas críticas e aqui em crissiumal eu não sabia que tinha toda essa força, era tanta força que no jogo no Rubro Negro, mais de 300 pessoas querendo me abraçar, pessoal elogia muito e estou inclusive pensando em ficar aqui e me candidatar a vereador(risos)”, finalizou Jair Galvão.

Fonte: Rádio Progresso de Ijuí
error: Conteúdo protegido!