Busca rápidaX

Sem vagas em presídios, Justiça manda soltar 18 de delegacia de Alvorada

16 de setembro de 2017

A justiça determinou a soltura de 18 presos que estavam aguardando vagas na Delegacia de Pronto Atendimento (DPPA) de Alvorada, na Região Metropolitana. O juiz Roberto Coutinho Borba, responsável pela decisão, levou em consideração as condições impróprias da DPPA para permanência alongada de presos e a necessidade de um ambiente de trabalho menos hostil e insalubre para os policiais civis.

Nos últimos 20 dias, a DPPA estava abrigando seis presos em duas celas, com a capacidade máxima atingida. Do lado de fora, em celas improvisadas nas viaturas policiais, estavam outros 24 detidos. De acordo com o Tribunal de Justiça do Estado, 80 policiais militares faziam a segurança da delegacia e precisavam, inclusive, fazer uma “vaquinha” para a alimentação dos detidos.

Os presos de menor periculosidade foram liberados pela decisão, enquanto os outros 12 seguem esperando vagas no sistema prisional.

O diretor do Departamento de Polícia Metropolitana, Fábio Lopes, afirma que a situação de presos em delegacias ocorre desde 2015 e é constante na Região Metropolitana e em Porto Alegre.

error: Conteúdo protegido!