Busca rápidaX

MANCHETES

HIV/AIDS: Dos 800 pacientes atendidos no SAE de Ijuí, mais de 10% estão em abandono de tratamento

24 de junho de 2022

Há algumas semanas a reportagem da Rádio Progresso fez um levantamento sobre o número de casos positivos para HIV/ AIDS em Ijuí e nos outros 19 municípios de abrangência da 17ª Coordenadoria Regional da Saúde (CRS), mostrando um cenário preocupante quanto ao aumento de casos nos últimos anos. Dessa vez, nossa reportagem relata outra situação que a cada dia preocupa mais os serviços de saúde: o abandono de tratamento.

Em Ijuí, o SAE- Serviço de Atendimento Especializado é responsável pela distribuição dos medicamentos, através da Unidade de Dispensação de Medicamentos (UDM). Segundo a farmacêutica do SAE, Vanessa Battisti, atualmente cerca de 800 pacientes estão em tratamento no local, destes, 351 são de Ijuí e outros 449 são de outros municípios atendidos pelo serviço. No entanto, com relação à porcentagem de pacientes que realizam o tratamento preconizado, os dados mostram que dos 800 pacientes em acompanhamento, aproximadamente 100 deles não tem uma adesão regular, ou seja, atrasam para retirar seus medicamentos, ou ainda, estão em abandono de tratamento (quando o paciente está há mais de três meses sem retirar seus medicamentos), o que corresponde a mais de 10% dos pacientes. Essa situação preocupa os profissionais de saúde, já que, segundo a farmacêutica, o tratamento deve ser realizado por toda a vida e a adesão é fundamental.

Sobre os fatores que levam um portador de HIV a abandonar o tratamento ou não aderir de maneira correta, Vanessa atribui a diversas situações, como a complexidade, ao vínculo e nível de confiança do paciente com os profissionais de saúde, a condição social do paciente, que interfere na capacidade de entendimento ou de consciência da necessidade de tratar o problema de saúde, questões psicológicas que englobam a não aceitação do diagnóstico de HIV, ou por causa de efeitos colaterais que pode, em algumas situações, causar a sensação de piora após a tomada da medicação.

O início do tratamento com medicamentos antirretrovirais é um dos momentos mais importantes para a pessoa vivendo com HIV/AIDS, pois uma nova rotina deve ser incorporada em sua vida. Apesar dos esforços da equipe do SAE em realizar busca ativa nos casos dos pacientes que não aderem ao tratamento, muitos fatores, como por exemplo, as mudanças de telefone ou de endereço dificultam o contato da equipe com os pacientes. Os medicamentos são distribuídos de forma gratuita pelo SUS para todas as pessoas vivendo com HIV e, em Ijuí, estão disponíveis somente na UDM do SAE. São medicamentos que não são encontrados em farmácias privadas, por exemplo. A UDM está localizada junto ao SAE na Rua 24 de Fevereiro, 273 e o telefone para contato é o (55) 3331-8891.

Fonte: Rádio Progresso de Ijuí
error: Conteúdo protegido!