Busca rápidaX

MANCHETES

Cossetin assina Lei que garante contratação de monitores para atendimento de autistas nas escolas de Ijuí

16 de maio de 2023

As escolas municipais de Ijuí terão monitores qualificados para atendimento às pessoas com transtorno do espectro autista, conforme determina a lei assinada pelo prefeito Andrei Cossetin, na tarde desta terça-feira, 16. O prefeito aproveitou o ato de assinatura do início das obras da nova sede da Associação dos Familiares, Amigos e Autistas de Ijuí, para fazer o anúncio. 

O projeto de lei é oriundo da câmara de vereadores e atende uma demanda antiga dos familiares de autistas e professores. O prefeito disse que o executivo tem se esforçado para atender as solicitações e que algumas coisas independem de vontade política, pois esbarram em entraves burocráticos, o que justifica a demora para início da obra da sede da associação, por exemplo, para a qual há destinação de emenda parlamentar desde 2019.

O ato de assinatura é simbólico porque o trabalho no local da sede, na rua Guilherme Timm,  já começou. O ponto escolhido, de acordo com o prefeito, se deu em razão da localização e espaço que atende a demanda da associação, que precisa além das instalações para atendimento aos beneficiários, também de estacionamento e área externa ampla. 

De acordo com a presidente da TeAmor, Raquel Pinto, atualmente cerca de 130 famílias são atendidas pela associação, que tem membros de Ijuí, Nova Ramada e Ajuricaba, no entanto, os atendimentos presenciais só podem ser feitos mediante agendamento, devido ao pouco espaço atual. “Na sede que temos hoje só podemos atender 70 pessoas, incluindo o familiar e o autista. Com a ampliação da sede, esse número vai aumentar muito, vamos poder atender todos”, pontuou. 

O secretário de saúde de Ijuí, Márcio Strassburger, disse que o município está pleiteando um novo edital do governo do estado, que prevê a criação de 30 novos Centros de Atendimento em Saúde especializados em casos de Transtorno do Espectro Autista (TEA). Para a implementação dos centros, serão destinados R$ 2,1 milhões mensais em recursos pelo Estado, sendo R$ 70 mil para o custeio de cada uma das 30 unidades. 

Fonte: Rádio Progresso de Ijuí