Busca rápidaX


Hospital de Clínicas Ijuí é referência para gestações de alto risco

17 de maio de 2024
A segunda edição do Encontro de Gestantes de Alto Risco foi realizada em abril. Foto: HCI/Divulgação.

Referência no atendimento e assistência a gestantes de alto risco para a macrorregião, o Hospital de Clínicas Ijuí (HCI) oferece atendimento humanizado e baseado em protocolos e evidências. Para garantir a excelência do serviço, a instituição implementou, em 2014, o Ambulatório de Gestantes de Alto Risco (Agar), para acolher pacientes da 9ª e da 12ª Coordenadoria Regional de Saúde, usuárias do Sistema Único de Saúde (SUS).

São consideradas de alto risco mulheres que tenham alguma patologia crônica precedente à gestação, as que tiveram uma gravidez anterior com complicações e as que, no curso da gestação, apresentarem alguma condição ou doença que ofereça perigo para a mãe e o bebê. “Caso seja identificada de alto risco, a gestante dá entrada no serviço via regulação estadual e passa por consultas mensais por até 34 semanas. Ela será atendida por uma equipe multidisciplinar composta por técnico em enfermagem, enfermeira, psicóloga, assistente social, nutricionista e médico. Depois desse período, os encontros se tornam quinzenais e, depois, semanais, até o bebê nascer”, explica a enfermeira coordenadora do Agar, Evandra Piovesan Cordeiro.

O serviço possibilita que a gestante e o bebê tenham acesso à maternidade completa, com salas humanizadas, a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal, ao Centro Cirúrgico, e a um Banco de Leite próprio. “Hoje, o atendimento às gestantes é realizado unicamente com o objetivo de oferecer condições para que essas mães tenham um pré-natal diferenciado e que garanta um bom desfecho obstétrico”, acrescenta Evandra.

Encontro orienta gestantes e familiares

Em 2023, o HCI passou a promover, duas vezes ao ano, o Encontro de Gestantes de Alto Risco. A segunda edição foi realizada em abril deste ano. Evandra conta que o momento foi criado para que as mães, pais e acompanhantes tirem suas dúvidas e se sintam mais seguros para a espera do bebê. “Nosso objetivo é receber a família e tranquilizá-la, mostrar que estão em local diferenciado, destinado para aquela situação. Ali, ela receberá todas as orientações relacionadas ao pré-natal, amamentação e tipos de parto”.

Silvana Monteiro, de 42 anos, diagnosticada com diabetes gestacional, foi uma das mulheres que esteve na última edição do evento. “Antes dessa gestação, eu tive um aborto e fiquei com receio de perder meu filho de novo. Participar do Encontro foi ótimo, principalmente para tirar as dúvidas relacionadas à amamentação. Como já sou mãe, achei que sabia tudo, mas vi que não, que tinha muito a aprender. O atendimento que recebemos no Agar é muito bom, com os profissionais preocupados e atenciosos”, contou a, então, gestante. Depois de três meninas, Silvana deu à luz ao seu tão esperado menino no final de abril.

O Encontro de Gestantes de Alto Risco é uma das iniciativas do HCI em busca do selo da Iniciativa Hospital Amigo da Criança (IHAC), que visa potencializar o atendimento humanizado e as boas práticas do parto seguro ao recém-nascido e à puérpera, melhorando, assim, os indicadores assistenciais ligados a essa área.

Fonte: HCI