Busca rápidaX

Com alto índice de mutação e contaminação elevada, presença do norovírus segue em análise em Ijuí

26 de novembro de 2021

A presença do norovírus em Ijuí segue exigindo atenção por parte dos órgãos de saúde e população em geral. Causador da doença diarreica aguda, a presença do vírus foi descartada nas análises de amostras de água feitas nos reservatórios da Corsan de Ijuí, no entanto, é preciso ficar atento porque os casos da doença continuam chegando aos postos de saúde de Ijuí. Somente nesta semana já são 108, entre crianças e adultos. O momento exige atenção, segundo o coordenador da Vigilância Sanitária, Ortiz Júnior, pois trata-se de um vírus com alto índice de mutação e capacidade de contaminação elevada. Apesar de descartada a presença na água, o norovírus pode ser transmitido através do consumo de alimentos ou aperto de mãos, por exemplo, por isso a necessidade de manter o uso de álcool em gel e lavar as mãos constantemente. Os produtos também devem ser devidamente higienizados antes do consumo.

A presença do vírus costuma ser registrado em adultos, no entanto, em Ijuí, centenas de crianças relataram os sintomas. Segundo Ortiz, o período de transmissibilidade é de três dias, mas, por segurança, pacientes são orientados a permanecerem em casa por cinco dias. Sobre os pacientes, todos que relataram a doença diarreica aguda estão bem, no entanto, em alguns casos foi necessário a hospitalização.

A pedido da 17ª Coordenadoria Regional de Saúde, no dia 01 de dezembro novas coletas de água serão realizadas, inclusive nas unidades de tratamento de esgoto da Corsan.

Fonte: Rádio Progresso de Ijuí
error: Conteúdo protegido!