Busca rápidaX

MANCHETES

Município de Ijuí implanta roteiro turístico na área rural

19 de fevereiro de 2024

Com a denominação de “Turistando na Colônia”, o município de Ijuí conta com um roteiro turístico na área rural. Fazem parte cinco propriedades rurais ou empreendimentos, ou seja, a Tramonto, no distrito de Santana, onde existe plantação de oliveiras, para produção de azeite; a Águas do Aconchego, na Linha 6 Oeste, que atua com produção de peixes; a Querência Amada, no distrito de Santo Antônio, com um casarão e alimentação italiana; a Casa Lorenzoni, também no distrito de Santo Antônio, segmento de vinho e espumante; e o Moinho Arroio Leão, entre a Linha Base Norte-Ijuí e a comunidade de Aula Brasil, em Catuípe, que oferece uma casa reformada para hospedagem, onde havia um moinho, além de passeio.

O projeto começou a ser organizado em 2021, através de um curso de turismo rural realizado pelo escritório regional do Senar. O superintendente do Serviço de Aprendizagem Rural na região de Ijuí, Diego Coimbra, destaca que o curso aborda questões sobre identificação de negócios, implementação de pousadas e restaurantes, roteiros, trilhas, gastronomia, pontos de vendas de produtos da agricultura, dentre outros temas. Inclusive, interessados em realizar o curso podem se inscrever no Sindicato Rural de Ijuí para formação de turma. Não há custos.

Os cinco empreendimentos que participam do retiro turístico do interior de Ijuí terminaram o curso no início do mês passado. Inclusive, foram realizadas viagens de estudo e visitação de roteiros semelhantes já em funcionamento em outros lugares. O assunto foi abordado, ontem, às 6 horas e 30 minutos, no programa Progresso Rural da RPI. Além de Diego Coimbra, também concedeu entrevista, Fernando Antônio Luchese, dono da propriedade Moinho Arroio Leão, um dos empreendimentos que integra o “Turistando na Colônia.

Luchese falou sobre os próximos passos do projeto que prevê, em breve, o lançamento oficial do roteiro e até possibilidade de encontrar uma agência de turismo ou pessoa para comercializar esse produto, ou seja, vender pacotes para turistas de diferentes regiões. A ideia é que esse roteiro aconteça o ano todo, pelo menos uma vez por mês, especialmente aos domingos. A visitação vai passar pelas cinco propriedades e, além da visitação, vai ter café da manhã, degustação de azeite de oliva, almoço, degustação de vinho e espumante e lanche.

Em dois roteiros experimentais feitos no final do ano passado, o custo para cada pessoa foi de 175 reais. Se tiver participação de agência de turismo, esse valor poderá aumentar um pouco. No Progresso Rural de ontem pela manhã, também foi enfatizada a possibilidade de novas propriedades rurais de Ijuí se agregarem ao “Turistando na Colônia” e parceria com locais de municípios vizinhos ou criação de roteiros exclusivos nesses municípios. Abaixo, ouça a entrevista com Diego Coimbra e Fernando Luchese.

Fonte: Rádio Progresso de Ijuí