Busca rápidaX


OMS publica diretrizes inéditas para combate ao tabagismo

4 de julho de 2024

Um conjunto de diretrizes para ser usado no tratamento contra o tabagismo foi publicado nesta terça-feira (02), pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Entre as ações estão o apoio comportamental de profissionais da saúde, intervenções digitais e tratamentos com remédios.

A proposta é inédita. O objetivo, segundo a OMS, é ajudar mais de 750 milhões de usuários que desejam abandonar o consumo de diversos derivados do tabaco, incluindo os tradicionais cigarros, narguilés, produtos de tabaco sem combustão, charutos, tabaco de enrolar e produtos de tabaco aquecido.

De acordo com a OMS, a combinação já usada, de medicamentos com intervenções comportamentais,  permitiu aumento significativo das taxas de abandono do tabagismo.

Entre as diretrizes propostas pela entidade está o uso de vareniclina  para diminuir o desejo intenso de fumar, além de aliviar sintomas mentais e físicos que ocorrem após a interrupção ou diminuição do consumo da nicotina.

Outra medida é a terapia de reposição de nicotina, que pode ser feita, segundo critério clínico, utilizando goma de mascar, pastilha ou adesivo de nicotina.

As diretrizes incluem ainda medicamentos antidepressivos ou à base de plantas no tratamento contra o tabaco.

A OMS também recomenda intervenções comportamentais, que inclui aconselhamento rotineiro com profissionais de saúde, com duração média de 30 segundos a três minutos  em ambientes apropriados.

Outro tratamento recomendado é o apoio comportamental intensivo, por meio de aconselhamento individual, em grupo ou por telefone.

As intervenções digitais também fazem parte das sugestões da Organização Mundial da Saúde, entre elas as mensagens de texto, aplicativos para smartphone e programas de internet, que devem ser usados como “complementos ou ferramentas de autogestão”.

Fonte: RPI com informações da Agência Brasil (Foto: Marcella Casal Jr./Agência Brasil)