Busca rápidaX


Prazo para migração ao Cadastro da Agricultura Familiar (CAF) termina em fevereiro

11 de janeiro de 2024

Produtores rurais precisam ficar atentos ao prazo do Cadastro nacional da agricultura famíliar, o CAF. O cadastro, que substitui a DAP – declaração de aptidão ao Pronaf já está em andamento desde o ano passado. No entanto, foi dado um prazo de 12 meses aos agricultores que estavam com o documento vencido em janeiro de 2023. O prazo se encerra, portanto, em fevereiro deste ano.
Segundo o extensionista da Emater, Vito Cembranel, documento precisa ser renovado a cada dois anos, a exemplo da DAP, mas há algumas mudanças. Uma delas é que o cadastro é feito diretamente no sistema do Ministério da Agricultura, e não mais nas entidades locais como emater e sindicatos. Os produtores que tem dúvidas sobre o vencimento da documentação, podem consultar no portal do ministério.

Para efetuar o cadastro é necessário identidade, cpf ou carteira de habilitação do produtor e esposo ou esposa, extrato atualizado da renda, que deve ser retirado na receita do município, certidão da área e atestado de residência. No caso da certidão da área, pode ser uma narrativa obtida no cartório. O CAF pode ser feito na emater, sindicato dos trabalhadores rurais ou sindicato patronal. O produtor que não fizer não tem acesso a diversos benefícios como crédito rural, aposentadoria, alguns serviços de saúde no posto rural como acesso gratuito a protetor solar e outros. E em caso de seca ou adversidades também é necessário ter CAF atualizada para acesso a programas.

Fonte: Rádio Progresso de Ijuí