Busca rápidaX


Projeto “Guardiões da Cultura”, da UETI, é apresentado nesta noite na Câmara de Vereadores de Ijuí

1 de julho de 2024

A União das Etnias de Ijuí (UETI) foi a entidade convidada desta noite na sessão semanal da Câmara de Vereadores de Ijuí, para apresentar o projeto “Guardiões da Cultura- Ijuí Capital Mundial das Etnias”.

Segundo o produtor cultural e coordenador do projeto ,Chico Roloff, trata-se dum projeto com base nas artes integradas, especialmente voltado à preservação do rico patrimônio cultural imaterial que o município de Ijuí constituiu ao longo de sua história, especialmente pelas dezenas de etnias que formaram o município.

O projeto “Guardiões da Cultura” vem como um meio de potencializar e integrar ações de preservação, incentivo, difusão e desenvolvimento cultural e humano na comunidade de Ijuí, em especial aos estudantes das Redes de Ensino atuantes no Município, articulando e viabilizando o amplo caráter formativo como sujeitos e de futuros cidadãos atuantes na sociedade.

Além disso, conforme foi apresentado nesta noite, em termos de vínculo, apoio e suporte, destaca-se a Secretaria Municipal de Educação – SMED – por meio do Programa de Contraturno – Outros Olhares, Novos Horizontes, como coprodutora do Projeto Guardiões da Cultura, regulamentando e orientando o acesso dos estudantes da rede municipal de ensino às oficinas ofertadas.

Além da educação, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, a Secretaria de Cultura, Esporte e Turismo e o Conselho Municipal de Cultura que agrega os representantes de diversas instituições são apoiadores, bem como a Secretaria de Educação do Estado, através da 36ª CRE, que apoia e incentiva no desenvolvimento da inserção cultural nas Escolas de sua abrangência do Município de Ijuí, além da cedência de instrumentos musicais das Escolas Estaduais.

Conforme o produtor cultural e coordenador do projeto, as redes privadas de ensino assumem função importante à medida que viabilizam e divulgam o projeto, tornando-se participantes do mesmo.

Através do projeto, a UETI propõe, por exemplo, a oferta de oficinas nas áreas da Dança, Música, Idioma, Teatro e Imersão Cultural, experiências e resgate de identidade cultural local, por meio dos Centros Culturais das Etnias de Ijuí e ATQG. Neste particular sobressaem o artesanato, gastronomia, danças folclóricas, músicas e canções, idiomas, lendas e contos, literatura, entre outros.

O acesso ao projeto ocorre por inscrição individual junto à União das Etnias de Ijuí, de forma democrática e inclusiva. Para os estudantes das redes educacionais de Ijuí, a inscrição deve ser feita pelos pais ou responsáveis legais, com o preenchimento da ficha cadastral A comunidade em geral também poderá usufruir do projeto Guardiões da cultura, por inscrição individual ou de grupos diretamente na secretaria do projeto junto a UETI.

As oficinas são ofertadas no turno da manhã, tarde, vespertino e noite. No caso dos estudantes, a oferta ocorre em turno inverso à sua escolarização. As atividades irão acontecer junto à UETI, que vai disponibilizar quatro salas para o desenvolvimento das oficinas, o refeitório para realização do lanche e os espaços físicos, o auditório para realização de eventos e reuniões e uma sala comercial para sede do projeto Guardiões da Cultura, além de investir recursos para ampliação de salas para atendimento do público-alvo.

Fonte: Rádio Progresso