Busca rápidaX


Santa Rosa, Frederico Westphalen e Tapera registram óbitos por dengue

25 de abril de 2024
Percentual é avaliado de alto risco para proliferação de doenças transmitidas pelo mosquito, como a dengue (Foto: Arquivo RPI/Reprodução)

Com mais cinco óbitos confirmados no final da tarde de ontem, o Rio Grande do Sul chega a 102 mortes por dengue neste ano. A marca é inédita, ou seja, o número já é maior do que todos os outros anos monitorados pela secretaria estadual da Saúde.

Um dos óbitos informados ontem é de um homem, de 40 anos, que residia em Santa Rosa. Ele faleceu dia 4 deste mês. Com isso, Santa Rosa acumula nove óbitos pela doença. Além disso, o município tem 10.106 casos de dengue e 959 suspeitos.

Também morreu uma mulher, de 49 anos, que morava em Frederico Westphalen. O falecimento ocorreu no último dia 5. Agora são seis falecimentos por dengue no município, que registra 2.230 casos em 2024, além de 258 em investigação.

E em Tapera morreu um homem, de 79 anos. O óbito aconteceu dia 11 deste mês. Trata-se do primeiro falecimento por dengue neste ano em Tapera. O município totaliza 51 casos da patologia e 40 suspeitos. As outras mortes por dengue, divulgadas ontem, foram de moradores de Rolante e Alvorada.

Fonte: Rádio Progresso de Ijuí