Busca rápidaX

MANCHETES

Saiba quem são e de onde são as vítimas de incêndio em clínica de reabilitação de Carazinho

25 de junho de 2022
Corpos foram colocados em gavetas mortuárias aguardando a identificação oficial pelo IGP (Foto: IGP/Reprodução)

O Governo Municipal de Carazinho, informou na noite desta sexta-feira, 24, que por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social, alguns corpos das vítimas do incêndio no CETRAT, o Centro de Reabilitação para Dependentes Químicos do município, ocorrido na noite da quinta-feira, 23, foram colocados em gavetas mortuárias no cemitério da cidade, até que sejam realizados os exames de DNA com os familiares das vítimas para identificação dos corpos.

“Informamos que esse procedimento foi orientação do médico legista, sendo que os corpos colocados no cemitério foram periciados e possuem identificação numérica provisória até que seja possível identificar o nome de cada vítima”, diz a nota da prefeitura.

O Executivo de Carazinho ainda solicitou cautela à população na divulgação e na postagem de “informações tendenciosas e desprovidas da verdade”.

Os óbitos no incêndio foram Sebastião dos Santos, 59 anos, de Alto Alegre; Idemar dos Reis, 60 anos, de Carazinho; Luciano Serafim Lemos, 49 anos, também de Carazinho; Avelino Tim, 70 anos, de Campos Borges; Oscar Duranti, 58 anos, de Constantina; César Dutra de Andrade, 58 anos, de Espumoso; Gilberto Soares dos Santos, 44 anos, de Não-Me-Toque; Gilberto Almeida de Oliveira, 37 anos, de Passo Fundo; Luiz Eduardo Ribeiro, 32 anos, de Santa Cruz do Sul; Deive da Silva, 47 anos, também de Santa Cruz do Sul; e Adair José Langaro Nascimento, 29 anos, de Vila Langaro.

A principal suspeita para o início das chamas é na fiação elétrica, já que conforme funcionários que sobreviveram, era normal ouvir estouros na rede elétrica do espaço.

Fonte: Rádio Progresso de Ijuí e GZH
error: Conteúdo protegido!