Busca rápidaX

MANCHETES

Bozano decreta situação de emergência em razão das chuvas

14 de maio de 2024

O município de Bozano decretou situação de emergência nível 2 nos últimos dias, em razão dos estragos registrados pelo alto volume de chuva, que se aproximou dos 300 milímetros acumulados no começo deste mês. Conforme o decreto 1.191 de 10 de maio de 2024, o município registrou perdas acumuladas na casa dos R$ 2,7 milhões. 

Conforme levantamento da Defesa Civil municipal, Emater-RS/Ascar e técnicos da prefeitura, foram registrados danos na infraestrutura rural, com cerca de 100 quilômetros de estradas rurais que precisarão ser refeitas ou consertadas. Além disso, pouco mais de 20 bueiros tiveram danos severos ou problemas nas cabeceiras e precisarão ser recuperados. Também houve danos em pontes e pontilhões. Os prejuízos na infraestrutura são estimados de aproximadamente R$ 700 mil. 

Mas, os maiores danos foram na agricultura, especialmente na cultura da soja que ainda não havia sido colhida e no milho safrinha. Conforme levantamento da Emater-RS/Ascar, os produtores tiveram perda próximas dos R$ 2 milhões. 

“A intenção não é buscar recursos extras com a decretação da situação de emergência, até porque a prioridade dos recursos são para aquelas cidades que foram destruídas mas, principalmente, possibilitar e dar garantias para que os produtores rurais que tiveram perdas em Bozano, poderem renegociar seus empréstimos junto às instituições bancárias, tendo como base o decreto de situação de emergência do município”, detalha o coordenador da Defesa Civil municipal, Gilson Bauer. 

Fonte: Rádio Progresso de Ijuí e prefeitura