Busca rápidaX

MANCHETES

Município de Jóia segue em destaque no Ranking da Qualidade da Informação Contábil e Fiscal 2023/2024

19 de junho de 2024

O Ranking da Qualidade da Informação Contábil e Fiscal no Siconfi – Ranking Siconfi – é uma publicação da Secretaria do Tesouro Nacional – STN – cujo objetivo é avaliar a qualidade da informação e a consistência dos relatórios e demonstrativos contábeis e fiscais que o Tesouro Nacional recebe, por meio do Siconfi – Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro, de todos os entes federativos, ou seja, da União, dos estados e dos municípios brasileiros.
A premiação visa a reconhecer o desenvolvimento de mecanismos de aprimoramento da qualidade da Informação Contábil e Fiscal (ICF) dos Entes Federados e contribuir para a melhoria da prestação informacional, propiciando o aperfeiçoamento da transparência das informações e dados no Siconfi. Incentiva e reconhece as boas práticas do ICF ranqueando os entes anualmente.
São 5 níveis que vão da letra A até a letra E, sendo o maior conceito (A) atribuído a entes que tiveram mais do que 95% das informações avaliadas como corretas.
O Município de Jóia, nos últimos cinco anos vem se destacando em nível nacional neste ranking, superando a cada ano a pontuação dentro dos critérios exigidos, mantendo-se no nível “A”. O esforço conjunto dos servidores que alimentam os sistemas de informações, com destaque aos profissionais da área contábil municipal, são fundamentais para essa pontuação se consolidar. Demonstra o esforço conjunto e a certeza que realizamos um trabalho sério e que traz resultados. Parabéns as profissionais da área.

Histórico do ranking – Jóia/RS

Ano   Classificação Brasil         Pontos %
2019       51º                                         96,6%;
2020      32º                                         97,7%;
2021       70º                                         97,8%;
2022      17º                                           99,1%;
2023       31º                                          98,6%;

Fonte: RPI