Busca rápidaX


MANCHETES

Alagamentos em Porto Alegre mantém problemas nos atendimentos do Judiciário, MP e DPE em Ijuí

13 de maio de 2024
Fórum de Ijuí

Em função de problemas na central de dados do Judiciário, Ministério Público e Defensoria Pública do Rio Grande do Sul, em Porto Alegre, os serviços dos respectivos órgãos públicos estão prejudicados em todo Estado. Comarcas do Judiciário e o Ministério Público estão fechados, inclusive as unidades de Ijuí.

O Juiz do Fórum ijuiense, Eduardo Gioveli, ressalta que audiências e prazos dos processos estão suspensos. Ocorre, apenas, atendimento de medidas urgentes, nas áreas criminal e cível. O Ministério Público ijuiense conta com suspensão dos prazos administrativos desde o último sábado até sexta-feira. Permanecem serviços na forma de trabalho remoto ou presencial, quando possível, e apenas nos expedientes urgentes.

Já a unidade da Defensoria Pública de Ijuí está aberta, porém, como o data center da sede, em Porto Alegre, está alagado, fica impossibilitado o acesso ao sistema próprio. A responsável pela Defensoria em Ijuí, Carla Lizot, frisa que desa maneira não é possível cadastrar dados de pessoas assistidas, registrar os andamentos de fluxo, consultar processos e produzir peças pelo sistema. Também permanece inacessível a portabilidade com o eproc, que é o sistema de processos eletrônicos do Judiciário. É possível, apenas, a consulta processual e ajuizamento de ações consideradas urgentes.

Fonte: Rádio Progresso de Ijuí