Busca rápidaX

Carnaval na Praia: Se Organizar Com Antecedência é o que Garante a Qualidade da Folia

12 de janeiro de 2024

O Carnaval de 2024 já tem data marcada e acontecerá bem no meio de fevereiro.

A folia acontecerá entre os dias 10 e 13, e se encerrará dia 14, na quarta-feira de cinzas.

Para quem quer aproveitar a festa em uma cidade de praia, já é hora de se preparar, alugar casa ou fazer reservas de hoteis e comprar passagens, pois quanto mais perto fica a data da folia, mais difícil fica conseguir organizar a diversão para que saia como o esperado.

Quem pretende viajar no Carnaval precisa escolher o destino para ontem.

Algumas cidades, como Natal-RN, Salvador-BA e Recife-PE, por exemplo, recebem milhões de turistas nessa época do ano, e deixar fevereiro chegar para comprar passagens ou conseguir reservas em hoteis é um erro que, muito provavelmente, custará caro – se não custar a perda da viagem.

Na hora de pagar as reservas e passagens, a sugestão dos especialistas é que não seja realizado pagamento à vista, caso não se tenha uma reserva suficiente de dinheiro. Isso porque viagens são feitas de imprevistos e nem todos os lugares tem uma maquininha Pagseguro para que se possa utilizar cartão de crédito.

O sinal de internet de algumas cidades e regiões é bem ruim, e pode ser que o viajante fique incomunicável.

Levar dinheiro, em espécie, é sempre aconselhável.

Falando em cidades praianas, ainda há mais um assunto que deve ser pensado bem antes.

Quem gosta de sair bem nas fotos e quer ficar a vontade de sunga ou biquíni nas praias, ainda tem tempo para colocar o “shape” em dia, mas daqui a 15 dias, já pode ser tarde demais.

Com a ajuda de um nutricionista qualificado – e registrado no CRN (Veja “O que é CRN?”), frequência diária na academia e uma ajudinha de procedimentos estéticos como corrente russa, criolipólise e outros que entregam resultados rápidos, é possível perder peso e dar uma definida razoável no corpo, dentro de um mês.

A escolha das roupas e a organização da bagagem também devem ser pensadas com antecedência. Principalmente, se a viagem for feita de avião.

Quanto mais bagagem, mais caro (e complicado) pode ficar o vôo. Carregar itens muito caros ou que serão pouco utilizados, como sapatos de salto alto ou aquela bolsa Louis Vuitton original usada em situações em que é preciso estar um pouco mais elegante, talvez não seja necessário.

Roupas despojadas, chinelos, biquinis ou sungas, devem ser a prioridade. São leves, baratos, e certamente serão mais utilizados.

Falando em vida normal – aquela que não inclui os dias de folia de Carnaval – é importante também deixar tudo organizado para que a curtição não resulte em prejuízos.

Quem tem um negócio, por exemplo, precisa se programar um pouco antes para que não fiquem pendências a serem resolvidas no retorno.

Depois de uma viagem de Carnaval, é comum que as pessoas estejam muito cansadas, e que demorem um tempo para retomar ao ritmo normal.

Semanas antes, é interessante quitar todas as dívidas e contas mensais (inclusive as que vencerão alguns dias depois do retorno), verificar se o Serasa Certificado Digital está dentro da validade, se há algum funcionário que pretende utilizar banco de horas durante algum período do Carnaval ou depois dele, e, de preferência, deixar alguém disponível para caso ocorra alguma situação emergencial enquanto estiver distante das operações.

Quem tem animais de estimação e não pretende levá-los na viagem, também precisa reservar, com antecedência, espaços em hoteis para pets, ou se organizar, com alguém, para que os bichinhos não fiquem sozinhos ou sem os cuidados necessários.

Fazer a viagem de Carnaval não deve causar estresse ou preocupações excessivas, mas é melhor antecipar possíveis problemas do que arriscar que eles aconteçam e coloquem a diversão a perder.

Fonte: Redatora: Bruna Bozano